O planeta inteiro neste sangue

Quantos rios eu tenho no meu sangue
– Tigre – Eufrates, Nilo, Oxo, Ganges, Tejo…
quantas cidades célebres beberam desta água?

Quantas montanhas, desertos e vulcões
são e passaram?
Quantas civilizações?

– Ásia Menor, Mediterrâneo, Índia
México, Peru, China
Arábia, Nigéria, Etiópia…

Nas margens paralelas destas veias
que mais não são que as margens desses rios
quantos anseios por elas já ousaram?

O Planeta inteiro neste sangue
onde circulam todas as idades
onde coabitam esperanças e desejos.

Eugénia Neto
O Soar dos Quissanges
Lisboa, Ed. Presença, 2003

Anúncios